Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Congresso Nacional

O Novo Governo e o Congresso | com Fabiano Santos | 153

Imagem
  Mal decorrida uma semana de sua vitória no segundo turno das eleições presidenciais, Lula iniciou conversações com partidos e congressistas. A montagem de uma coalizão de governo é tarefa indispensável a um presidente no presidencialismo de coalizão brasileiro. Para se desincumbir dela, Lula não tem caminho simples. O Congresso saído das eleições de 2 de outubro se tornou menos fragmentado, porém bem mais à direita. O PL, partido de Bolsonaro, obteve as maiores bancadas na Câmara e no Senado. Como lidar com um Congresso assim? Quais os desafios de Lula neste processo? Será possível construir uma coalizão que dê suporte a suas agendas?   Para discutir esses temas, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe o cientista político Fabiano Santos, estudioso do tema. Professor do IESP UERJ, onde coordena o Observatório do Legislativo Brasileiro, integra ainda o Observatório das Eleições do Instituto da Democracia e Democratização da Comunicação Política. As músicas deste episó

O país que sai das urnas | com Jairo Nicolau | 148

Imagem
As eleições de 2 de outubro produziram uma grande vitória eleitoral da direita, inclusive da extrema-direita bolsonarista. Isso ficou patente não só no desempenho acima do esperado de Bolsonaro na eleição presidencial, mas também no aumento da bancada direitista no Congresso e na vitória de governadores bolsonaristas em estados importantes. O bolsonarismo consolidou a direita como nunca antes desde o final da ditadura militar. Deu-lhe não só coesão, mas também maior assertividade ideológica. O Centrão, em vez de moderar Bolsonaro, radicalizou-se com ele.   O que explica esse fenômeno? Que país é esse que sai das urnas em 2022? Para compreender o que ocorreu e o que podemos esperar, este #ForadaPolíticaNãoháSalvação recebe o cientista político Jairo Nicolau , professor do FGV CPDOC e um dos principais pesquisadores brasileiros de partidos e eleições. Jairo Nicolau publicou algo recentemente o livro "O Brasil dobrou à direita: uma radiografia da eleição de Bolsonaro em 20

O governo dos invertidos | publicado originalmente no Valor Econômico em 17.12.2020

Imagem
O governo dos invertidos O governo Bolsonaro não tem interesse no sucesso da vacinação contra a Covid-19; por isso, sabota-a todo o tempo Num dos episódios do ótimo podcast produzido pela Revista Piauí, “Retrato Narrado”, sobre a vida de Jair Bolsonaro, um dos amigos de juventude do atual presidente da República revela a forma como era conhecido quando garoto pelos amigos do Vale do Ribeira: invertido. O apelido se devia ao peculiar raciocínio do jovem Jair, na percepção dos conterrâneos. Pode-se dizer que essa lógica invertida o acompanhou ao longo da vida e, sem dúvida, caracteriza seu governo. E, se há uma área em que tal inversão se revela de forma cabal, é a política de saúde, ao lidar com a Covid-19. A lógica do governo sabota as suas próprias políticas Preocupado com os efeitos da doença sobre a economia, o presidente instou os brasileiros a não esmorecer, como fariam “maricas”. Em vez disso, conclamou todos a enfrentarem de peito aberto a “gripezinha”, continuando a trabalhar

O orçamento secreto e outros segredos, com Élida Graziane Pinto | #108

Imagem
Na montagem de sua base de sustentação no Congresso, o governo Bolsonaro inovou retrocedendo no tempo. Passou por cima de mudanças constitucionais recentes, que tornam impositivas e igualitárias as emendas orçamentárias dos congressistas, hipertrofiando as emendas de relator – originalmente pensadas para fazer pequenas correções na lei – e as tornando um instrumento de cooptação de legisladores selecionados. Pior do que isso, esses gastos são opacos e impedem que os órgãos de controle e a sociedade entendam como são feitos os gastos públicos. É mais um tijolinho de opacidade acrescido ao grande muro intransparente construído pelo governo Bolsonaro e seus aliados no Congresso. Como era de se esperar, essa questão foi levada à justiça, e a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, determinou a interrupção dos gastos com as emendas de relator e a publicização daqueles que já foram feitos. O plenário do tribunal lhe deu razão. Contudo, os segredos da política orçamentária brasileir

Afinal, como votaremos? Com Luciana Veiga & Vitor Marchetti - #94

Imagem
Em pouco tempo, muitas incertezas foram produzidas sobre as eleições de 2022. Numa mesma semana discutiu-se e decidiu-se na Câmara sobre voto impresso ou não, sistema eleitoral para a Câmara de Deputados, coligações em eleições proporcionais e federação de partidos. Agora, cabe ao Senado a palavra final sobre algumas dessas questões, notadamente as coligações proporcionais e outros aspectos das regras eleitorais e partidárias. Este #ForadaPolíticaNãoháSalvação discute esse assunto. Para isso foram convidados os cientistas políticos Luciana Veiga, presidente da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP) e professora da Unirio; e Vitor Marchetti, professor da UFABC.  A música deste episódio é Oh, Fire! De Carmen María & Edu Spinal.   Leia nosso blog na CartaCapital! #Eleições #Sistema Eleitoral #Distritão #Coligações  

O namoro do Centrão com o golpismo bolsonarista, com Fernando Abrucio - #91

Imagem
Numa semana agitada até mesmo para os padrões bolsonaristas, o governo teve novidades tonitruantes em duas frentes. Numa aprofundou seu relacionamento com o Centrão, indicando o prócer do PP, Ciro Nogueira, para a Casa Civil, em substituição ao general Luiz Eduardo Ramos. Noutra, teve revelada a ameaça do ministro da Defesa, General Braga Netto, de impedir as eleições de 2022 caso não seja aprovado o voto impresso, capricho bolsonaresco. Em que lugar está o governo Bolsonaro hoje? Mais próximo do golpismo militarista ou do fisiologismo de seu contubérnio com o Centrão? Essa é a temática deste #ForadaPolíticaNãoháSalvação, que tem como convidado Fernando Abrucio, cientista político, professor do Departamento de Gestão Pública da FGV EAESP e colunista do Valor Econômico. As músicas deste episódio são "Bicycle - Reunited", de Kevin MacLeod e "A Trip Around the Moon", do Unicorn Heads. #Golpismo #Fisiologismo #Centrão #Militarismo #Autoritarismo #Bolsonarismo #Fascismo