O que será do PSDB? Com Soraia Marcelino Vieira | #109

Em meio às suas prévias para definir o pré-candidato presidencial do partido, o PSDB vive uma grave crise.




Em vez de unificar a agremiação, a disputa interna produz seu esfacelamento. Duros ataques pessoais, acusações de fraude e, como se não bastasse, dificuldades técnicas que impediram que as prévias ocorressem na data prevista, produzindo um vexame.


O PSDB, que já foi um dos dois principais partidos do país, seja no governo, seja liderando a oposição, parece ingressar em seu ocaso.


Diante da tentativa do governador de São Paulo, João Dória, de se apropriar da agremiação, as prévias foram organizadas como uma reação daqueles que não desejam se vergar a seu domínio. Contudo, isso funcionará? Ou simplesmente produzirá um insuperável cisma interno, que pode levar à defecção de alas do partido, ou à cristianização de seu candidato presidencial?


E o PSDB de hoje, em que medida se afastou do partido original, fundado ainda durante a Constituinte, por lideranças que tiveram papel de protagonistas na luta contra a ditadura militar?


Para compreender esses temas, a convidada deste #ForadaPolíticaNãoháSalvação é a cientista política Soraia Marcelino Vieira, professora da Universidade Federal Fluminense e autora o livro O Partido da Social Democracia Brasileira: trajetória e ideologia (1987-2010), resultado de sua tese de doutoramento.




As músicas deste episódio são "Birds" do Silent Partner e "Dodo Bird" de Quincas Moreira.




Não deixe de ler o blog do #ForadaPolíticaNãoháSalvação no site da CartaCapital.




#PartidosPolíticos #PSDB #ConjunturaPolítica #PolíticaBrasileira #Eleições2022



























Comentários

As mais lidas

#ForadaPolíticaNãoháSalvação

Compaixão: a ética salva, com Renato Janine Ribeiro | #112

Como destruir um pais | publicado originalmente no Valor Econômico em 07.01.2021