A velha nova direita, com Angela Alonso - #89

Com as jornadas de junho de 2013, um novo ator entrou em cena nas ruas. Ou seria, na verdade, um velho ator?


A direita brasileira, muito ativa nas ruas antes de 1964, mas adormecida nessa forma de manifestação durante décadas, pareceu recobrar o seu vigor.


Emergiu uma grande reação aos governos petistas, suas políticas, seu discurso e seus valores. De lá para cá, essa direita rediviva protestou contra escândalos de corrupção, ajudou a derrubar Dilma Rousseff, engajou-se no apoio à Lava Jato – entronizando Sergio Moro como herói –, apoiou a eleição de Jair Bolsonaro e, depois, seu governo e seus ataques às instituições democráticas.


O que explica a reemergência dessa velha nova direita?


Esse é o tema deste #ForadaPolíticaNãoháSalvação, que tem como convidada a socióloga Angela Alonso, professora do Departamento de Sociologia da USP, pesquisadora e ex-presidente do CEBRAP e coordenadora adjunta da área de Humanidades na FAPESP.




As músicas deste episódio são "Cool Rock - take the lead", de Kevin MacLeod, e "Stalling", de Topher Mohr & Alex Elena.


#Direita #Participação #MobilizaçãoPolítica #ExtremaDireita #Bolsonarismo #Lavajatismo #Conservadorismo #PolíticaBrasileira #ConjunturaPolítica




Ouça no Apple Podcasts


Ouça no Podcast Addict


Ouça no Castbox


Ouça no Google Podcasts


Ouça no Deezer


Ouça no Audible


Ouça no TuneIn

Comentários

As mais lidas

#ForadaPolíticaNãoháSalvação

Compaixão: a ética salva, com Renato Janine Ribeiro | #112

Como destruir um pais | publicado originalmente no Valor Econômico em 07.01.2021